Aquidauana

Delegado acusado por sumiço de 100 kg de cocaína em delegacia de Aquidauana vai usar tornozeleira

Ele vai ficar em prisão domiciliar

Por Da Redação 22 MAI 2020 - 15h56min

A Justiça concedeu ao delegado Eder de Oliveira a prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica. Ele estava preso desde o ano passado, depois do sumiço de 100 kg de cocaína na delegacia de Aquidauana. Ele é acusado de planejar o furto da droga na delegacia onde trabalhava.

Como foi concedida a prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica, ele não pode sair da cidade e só pode sair de casa para intimações judiciais. O delegado foi denunciado pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) por integrar uma organização criminosa com tráfico de drogas. Ele teria beneficiado uma traficante com informações privilegiadas.

O furto da cocaína ocorreu em junho e o delegado foi preso com mais 11 pessoas após investigação. O delegado ainda responde a processos por estupro de adolescente, peculato, improbidade administrativa e porte ilegal de arma de fogo, apurou o jornal Campo Grande News.

 
Campanha Casa do Criado - Contra o Vírus

Deixe seu Comentário

Leia Também

FecharAbrir