Polícia

PMA apreende carreta com 120 m³ de carvão ilegal e aplica multa de R$ 36 mil em empresa carvoeira

Por Da Redação 09 OUT 2019 - 18h02min
Responsáveis responderão por crime ambiental Responsáveis responderão por crime ambiental Foto: Divulgação/PMA

Durante fiscalização ambiental na rodovia BR 262, Policiais Militares Ambientais do Grupamento do Taquarussu, de Anastácio, que trabalham na operação Padroeira do Brasil, abordaram hoje (9) às 12h40, um veículo Tractor, com uma carreta bitrem acoplada, que transportava ilegalmente uma carga com 120 m³ de carvão.

A carga que saiu do município de Água Clara era transportada sem o Documento de Origem Florestal (DOF) e o carvão era misturado, havendo produto proveniente de madeira nativa e de eucalipto, provavelmente, para burlar a fiscalização, pois na nota fiscal constava tudo como produto de eucalipto, haja vista que neste caso, não haveria a necessidade do documento ambiental. O DOF é o documento ambiental para o transporte e armazenamento de qualquer produto da flora nativa.

Diante da irregularidade, a empresa carvoeira proprietária do carvão ilegal, com domicílio jurídico em Água Clara, foi autuada administrativamente e recebeu multa de R$ 36.000,00. O o carvão e o veículo estão sendo encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Anastácio e os responsáveis responderão por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Atlântico Supercenter Campanha 1-9
FecharAbrir