Flagra

Quase em Nioaque, motociclista se surpreende ao avistar onça-pintada na BR-060

Para Jefferson Siqueira de Melo, felino só atravessou a pista para fugir de queimadas

Por Redação 22 AGO 2019 - 14h59min
Para motociclista, animal estaria fugindo de queimadas na região Para motociclista, animal estaria fugindo de queimadas na região Foto: Arquivo pessoal

O encontro com uma onça-pintada durante a viagem que fez de Campo Grande a Nioaque, surpreendeu Jefferson Siqueira de Melo, 30 anos, que pilotava uma moto Biz na noite desta quarta-feira (21). O flagrante foi feito pelo motociclista na BR-060, que se deparou com o belo animal, já considerado em situação de vulnerabilidade na região. 

"Saí de Campo Grande e já estava quase chegando em Nioaque, nas imediações da Aproban e da fazenda do senhor Lutero. Percebi que ela atravessava a estrada porque era noite e eu estava com a luz alta", relatou Jefferson, ainda encantado com a cena que viu.

Fuga de queimadas

O registro foi feito de maneira rápida, conforme mostra a imagem feita com um aparelho celular. Para o motociclista, a onça só atravessou a pista por ter se sentido ameaçada. "Eu acredito que ela tenha descido da serra, fugindo das queimadas", analisou Jefferson.

Diante da falta de chuvas recorrentes nesta época do ano e também da inconsequência de pessoas que, deliberadamente, ateiam fogo na mata, a região Sudoeste de Mato Grosso do Sul tem sofrido com as queimadas recorrentes, o que acarreta na destruição da vegetação nativa local e ainda prejudica a integridade dos animais silvestres.

O aumento da fumaça também impacta diretamente no habitat da onça pintada, que se sente impelida a buscar outros locais mais seguros. 

A onça-pintada

No Brasil, a onça-pintada é um animal que vive em diversos biomas: Amazônia, Pantanal, Mata Atlântica e Caatinga. No Pampa ela já foi extinta.

Segundo o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), no Brasil essa espécie é considerada “vulnerável”.

E, de acordo com a IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza), ela pertence à categoria "quase ameaçada" de extinção.

Assim, a caça ilegal, o aumento do desmatamento e das queimadas de diversas regiões tem diminuído consideravelmente seu habitat natural.

*Com informações do portal Toda Matéria

Saiba Mais

CCAA MOBILE

Deixe seu Comentário

Leia Também

FecharAbrir