Anastácio

Polícia Civil prende casal por tráfico de drogas em Anastácio

O homem guardava drogas em uma casa abandonada e disse que fazia parte de facção

Por Da Redação 22 MAI 2020 - 19h02min
Foto: Divulgação

Um casal foi preso por tráfico de drogas após investigação da Polícia Civil em Anastácio. Denúncia anônima apontou para um endereço onde o homem escondia drogas. Ele confessou e disse que faz parte de uma facção criminosa. 

Os policiais civis do Setor de Investigações Gerais foram até o bairro Cristo Rei para verificar a denúncia. De acordo com a informação, o local estaria sendo utilizado para armazenar drogas. Os policiais ficaram no local até que um veículo Ford Focus chegou com um homem de 20 anos e mulher de 24 anos. 

Quando o homem entrou no imóvel, os Policiais Civis abordaram os suspeitos e localizaram no local uma porção de maconha em pedaços (pesando aproximadamente 395g), duas balanças de precisão e uma faca utilizada repartir a droga em porções, que estavam dentro de uma mochila. A casa estava com aspectos de abandonada, o que reforça a tese de que o local é utilizado apenas para guardar a droga. 

DROG VERTICVAL MOBILE

No interrogatório o autor confessou o tráfico de drogas e afirmou para a autoridade policial que seria membro de facção criminosa (PCC), exercendo a função de disciplina do município de Anastácio. A autora negou envolvimento no tráfico, mas afirmou que tinha conhecimento da prática do tráfico e tinha medo do namorado, pois sabia que era integrante da organização criminosa.

Na ação, foram apreendidos dois aparelhos celulares, um veículo Ford/Focus, ano 2013, aproximadamente 395 gramas de maconha, duas balanças de precisão e uma faca utilizada para preparar a droga. O casal foi preso em flagrante pela prática do crime de tráfico de drogas.

As investigações continuam através do Inquérito Policial e a polícia civil está à disposição da sociedade para servir e proteger. Qualquer denúncia poderá ser realizada pelo telefone 3245-2207 ou por WhatsApp no n. 67-993267827.

(com informações da Polícia Civil)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FecharAbrir