Aquidauana sedia capacitação para implantação do Planifica SUS

Aquidauana e Jardim terão Centro de Especialidades para gestantes e crianças de alto risco

Por Prefeitura de Aquidauana 20 AGO 2019 - 15h43min
Foto: Prefeitura de Aquidauana

Mais de 1500 profissionais da área da saúde pública participam de uma oficina técnica do programa Planifica SUS realizada hoje (20) e amanhã (21) em Aquidauana, cidade referência em saúde da microrregião.

O evento reúne equipes de profissionais das unidades de saúde de Aquidauana, Anastácio, Dois Irmãos do Buriti, Nioaque, Miranda e Bodoquena.

A intenção do projeto é fortalecer a Atenção Primária à Saúde, assessorando os municípios na organização e na educação permanente de suas equipes, além de definir fontes de financiamento adequado, bem como monitorar e avaliar a execução dos indicadores relacionados às ações desempenhadas pela Atenção Primária. 

As oficinas, que irão capacitar os profissionais da região a fim de implantar o programa Panifica SUS, são ministradas por especialistas com apoio do Ministério da Saúde e do Hospital Israelita Albert Einstein.

A abertura do evento ocorreu na manhã desta terça-feira (20) no auditório da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul UFMS, Campus I, e contou com a presença da secretária municipal de Saúde de Aquidauana, Ana Lúcia Guimarães (Tuka), que enfatizou a importância da implementação desse novo modelo de gestão da atenção primária.

“Estamos na expectativa que esse novo modelo venha trazer bons frutos para a nossa microrregião, em especial, beneficiando diretamente os nossos usuários do SUS”, completou.

Ao todo, no Brasil, 27 microrregiões de saúde, participam nesses dois dias, concomitantemente, das oficinas para implantação do Planifica SUS, como um projeto de organização de redes, que no caso das microrregiões de Aquidauana e Jardim, serão redes materno-infantil.

Por meio do Planifica SUS, as sedes de microrregião de saúde, Aquidauana e Jardim terão um Centro de Especialidades materno-infantil, para atender gestantes e crianças de alto risco. O projeto tem o prazo de 1 ano e 6 meses para ser implantado e funcionar, organizando as redes de saúde.

SICREDI MOBILE CREDITO VERDE

Deixe seu Comentário

Leia Também

PORTAL ATACADO - CAMPANHA DIA P AUT. 2109/2018__CAMPANHA JULHO 2019_11
FecharAbrir