Turismo

Gestão integrada da Fundtur com Sebrae injeta R$ 10,8 milhões no turismo de MS

Por Assessoria 26 JUL 2019 - 11h39min
Bruno Wendling, da Fundtur-MS, destacou parceria de resultados com o Sebrae e os investimentos do Estado em infraestrutura Bruno Wendling, da Fundtur-MS, destacou parceria de resultados com o Sebrae e os investimentos do Estado em infraestrutura

As ações desenvolvidas de forma integrada pela Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur) e Sebrae, com a participação do Sistema S, e os investimentos do Governo do Estado em infraestrutura aeroportuária e rodoviária vão estimular o crescimento do fluxo turístico regional em 5% esse ano. Novos voos, melhores acessos e serviços e promoção dos destinos integram as estratégias da fundação.

Convênio assinado na quinta-feira (25) por estas instituições, dentro do programa federal Investe Turismo, reforça o plano de ação que vem sendo desenvolvido desde 2017 pelo Estado e injeta R$ 750 mil nos pequenos negócios do trade turístico. Os investimentos para fortalecer o setor em 2019 somam mais de R$ 10,8 milhões, sendo R$ 6,8 milhões do Sebrae e R$ 4 milhões do Governo do Estado, que também destinará aporte para obras de infraestrutura.

Mais voos e turistas

O diretor-presidente da Fundtur-MS, Bruno Wendling, estima que o número de turistas visitando Mato Grosso do Sul esse ano pode chegar a 1 milhão, com novos voos para Campo Grande, cujo aeroporto será ampliado, e a tendência de Bonito superar os últimos três anos em entrada de visitantes em mais de 250 mil visitantes. Em 2018, segundo dados do Observatório do Turismo, 500 mil turistas desembarcaram no aeroporto da Capital.

“Estimamos um aumento de visitantes ao Estado em 5%, nos próximos anos, elevando também a taxa de ocupação hoteleira de Campo Grande e Bonito ao patamar de 60%”, projeta Wendling, salientando que o turismo em alguns destinos, como Bonito e Pantanal, não é de massa, não competindo com o litoral. Ele lembrou, ainda, que em 2018 Mato Grosso do Sul foi eleito o Estado mais hospitaleiro, um ativo da maior importância para atrair novos turistas.

Gestão integrada

Conforme o convênio assinado, o Sebrae terá a gestão dos recursos do Investe Turismo (R$ 750 mil), enquanto a Fundtur executará o plano estratégico que está sendo desenvolvido há dois anos. “Vamos dar continuidade à linha de ações, que serão potencializadas com o programa federal”, afirma o diretor-presidente da fundação. “Ao contrário de outros estados, não recebemos pacote de fora para dentro, as ações já estão acontecendo desde 2017.”

A gestão integrada envolve o Sistema S e inclui ações estratégicas nas áreas de qualificação, promoção e comercialização dos destinos, fortalecimento do micro e pequeno empreendedor e inovação tecnológica. O Sebrae contratará uma empresa especializada na captação de novos voos para Campo Grande, Bonito e Corumbá, tento como atratividade o programa Decola MS, onde o Estado reduziu o ICMS do querosene de aviação de 17% para entre 12% e 1,41%.

Geração de renda

O diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, reforça que as ações são resultado de um trabalho integrado para o desenvolvimento. “Os parceiros, o Sebrae, Senai, Senac e Senar, estão neste processo ajudando a Fundação de Turismo na qualificação deste empreendimento para quem receber o nosso turista, e divulgando para fora, e o Estado fazendo toda a parte de infraestrutura, como reforma de aeroportos e rodovias”, afirma.

“O turismo é a atividade econômica que pode trazer uma nova fonte de renda, 99% das empresas são pequenos negócios, ou seja, o dinheiro fica no local”, segundo Mendonça. Hoje, o Sebrae atende 150 clientes do setor, capacitando os empresários em diversas áreas, número que vai dobrar com o novo aporte de recursos. “Vamos preparar as empresas para as rodadas de negócios”, disse Rodrigo Maia, gerente de Competitividade Empresarial da instituição.

A assinatura do convênio, realizada na sede da Fundtur-MS, no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande, contou com a presença do secretário-adjunto da Segov (secretaria estadual de Governo), Flávio César Mendes de Oliveira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FecharAbrir