Robinson L Araujo

A VIVÊNCIA FAMILIAR EM TEMPOS DE QUARENTENA

Por dothCom Consultoria Digital 02 JUN 2020 - 19h05min

 

Viver dentro de um ambiente confinado, em conjunto com outras pessoas, principalmente sendo elas da família, é um desafio em dias atuais! Levando a nos despir e viver quem realmente somos.

Sendo assim, I Pedro 2:1-3 nos fala:

Por isso, limpem a casa! Tratem de varrer tudo que é malícia, fingimento, inveja e comentários maldosos. Vocês já provaram de DEUS. Agora, como bebês de colo, bebam a pura bondade de DEUS e assim crescerão maduros e completos em DEUS.

Aqui, o Apóstolo Pedro, acaba nos trazendo alguns princípios e valores que acabam servindo para nossos dias, principalmente em tempos de quarentena, em virtude da epidemia que estamos vivendo. Sendo assim, vejamos:

 

1. LIMPEM A CASA

Ele diz que precisamos limpar nossa casa. Limpar a casa é o ato de retirar toda a sujeira e impureza que venha provocar um mal estar ao olhar ou, que venha colocar em risco a saúde daqueles que ali vivem.

Diferentemente do que muitos possam achar, aqui não é limpar a casa dos outros, é limpar a sua própria casa, o seu interior, aquilo que por vezes varremos para debaixo do tapete quando saímos de nosso lar, onde as pessoas raramente nos conhecem intimamente. Dentro do lar, não temos possibilidade de esconder quem verdadeiramente somos.

A nossa natureza adâmica é terrível, vejamos os próximos itens...

 

2. VARRER TUDO QUE É MALÍCIA

Varrer tudo o que é malícia! Em uma pequena pesquisa, encontramos o significado de malícia, sendo:

Malícia é um substantivo feminino com origem no latim malitia e que significa uma propensão ou tendência para praticar atos de maldade. Agir com malícia muitas vezes significa se comportar com dolo, com astúcia e com o objetivo de enganar ou causar dano em alguém. Uma pessoa que tem uma atitude de malícia muitas vezes é dissimulada, e finge alguns sentimentos para encobrir as suas verdadeiras intenções[2].

Importante salientar que, a partir do momento que nos entregamos ao Senhor, rejeitando a nossa natureza pecaminosa, passamos a viver em construção de uma nova vida, brigando com nossa velha natureza. Romanos 8:12-13, afirma:

Vocês não percebem que não devemos um centavo à velha vida, na qual a pessoa tem que fazer tudo por si. Não há nada nessa vida para nós, nada mesmo. O melhor a fazer é dar a ela um enterro definitivo e se engajar na nova vida. O Espírito de DEUS nos chama. Há muito o que fazer e lugares para conhecer!

Passamos a deixar uma vida maliciosa, porque não há nada nessa vida terrena para nós. Se não esperamos o que é terreno, passamos a viver em transparência dentro de nosso lar. Dentro do lar, não existe espaço para o engano ou o desejo de causar algum dano, seja: material, psicológico, sentimental...

 

3. VARRER TUDO QUE É FINGIMENTO

Buscando no dicionário[3], Fingimento vem a ser: Ação de fingir; simulação, hipocrisia, dissimulação. Artifício, simulacro, ficção.

Quando se está com pessoas distantes do lar, existe a possibilidade de ser quem você não é, ou seja, ser um verdadeiro hipócrita. DEUS, por meio do Seu Espírito Santo, que passa a fazer morada dentro de nosso coração, possibilita a transformação de nosso ser, não de fora para dentro e sim, de dentro para fora. E é dentro do lar, que por muitas vezes nossa máscara acaba caindo se continuarmos na "farsa" da transformação externa!

Caso não se varra o fingimento para fora de nosso coração, acabamos por contaminar o lar, onde o lixo ao invés de ser varrido para debaixo do tapete, deveria ter seu destino correto: a lata de lixo.

Vejamos o que o Apóstolo Paulo fala aos Efésios 4:20-24:

Mas isso não é vida, gente. Vocês aprenderam de Cristo! Acho que aprenderam direito, que foram bem instruídos na verdade, exatamente como a temos em Jesus. A desculpa da ignorância não vale mais, tudo — e quero dizer tudo mesmo — que está ligado àquele velho estilo de vida tem de ser abandonado. É pura podridão. Doideira total. Saiam fora! Agora é hora de ter um estilo de vida totalmente novo, zerado — uma vida planejada por Deus, renovada a partir de dentro; uma vida que muda para melhor a conduta de vocês e que faz o caráter de Deus tornar-se realidade em nossa vida.

 

4. VARRER TUDO QUE É INVEJA E COMENTÁRIOS MALDOSOS

Varrer o que é inveja e comentários maldosos! Como assim? Desde quando temos inveja dentro do lar? Desde quando tecemos comentários maldosos com aqueles que nos cercam debaixo do teto que vivemos?

Vejamos o significado de inveja[4]: Sentimento de cobiça à vista da felicidade, da superioridade de outrem: ter inveja de alguém. Sensação ou vontade indomável de possuir o que pertence a outra pessoa: ela tem inveja do marido da outra; ele tem inveja do seu chefe.

Desde que Adão resolveu estar separado da comunhão de DEUS, por sua desobediência, nos tornamos pessoas invejosas. Buscamos sempre ser melhor que, em uma competição que, em muitos casos é injusta e cruel.

Muitas vezes, acabamos agindo como crianças mimadas, que querem ter aquilo que o amiguinho possui. Em outras, colocamos a nossa língua em ação, e acabamos destruindo outras pessoas com os comentários que fazemos a respeito dela.

O Senhor, pede que cresçamos, veja só Efésios 4:14-16, que exorta:

Chega de ser criança. Não dá para tolerar gente ingênua, bebezinhos que são alvos fáceis dos impostores. Deus quer que cresçamos, conheçamos toda a verdade e a proclamemos em amor — à semelhança de Cristo, em tudo. Estamos seguindo Cristo, que é a base de tudo que fazemos. Ele nos mantém juntos. Sua respiração e seu sangue fluem através de nós, nutrindo-nos para que possamos crescer com saúde em Deus, fortalecidos em amor. 

 

5. BEBAM A PURA BONDADE DE DEUS

Em outras traduções, temos: desejando sempre o puro leite espiritual.

Quando Cristo passa ser o Agente transformador de nossa velha natureza, nos tornamos como crianças, embaladas nos braços do Pai, e passamos a beber do Seu melhor: Leite Puro que é a Sua Palavra.

Vejamos o que Romanos 8:3-4 nos orienta:

Deus acertou em cheio quando enviou seu Filho. Não tratou do problema como algo distante e sem importância. Em seu Filho, Jesus, assumiu pessoalmente a condição humana, entrou na confusão da humanidade que vive em conflito para consertar as coisas de uma vez por todas. O código da lei, enfraquecido pela natureza humana fragmentada, jamais poderia ter feito isso. A lei acabou usada como paliativo para o pecado, nunca para a cura completa. E, agora, o que o código da lei pede, mas que não conseguiríamos cumprir por nós mesmos, é que, em vez de redobrar nossos esforços, simplesmente aceitemos o que o Espírito está fazendo em nós.

Quando estamos confinados dentro de nosso lar, como refúgio do mal que está do lado de fora, a nossa comunhão só se tornará efetivamente sustentável, se aceitarmos o que o Espírito pode e faz em nós. É por meio do alimento espiritual que, como pais, passamos a não provocar a ira em nossos filhos (Efésios 6:4); Que os filhos passam  a obedecer os pais, não por medo e sim, por prazer (Efésios 6:1); Que o marido passa a dar o máximo de si a sua esposa (Efésios 5:25-28); Que a esposa compreendem melhor seu esposo (Efésios 5:22-24).

 

6. CRESCERÃO MADUROS E COMPLETOS EM DEUS

Crescer maduro e completo em DEUS é passar a ser uma pessoa cheia do Seu Espírito, que se sente bem dentro do seu lar, com as pessoas que o cercam. É varrer para fora tudo aquilo que possa contaminar e colocar no lugar certo, no esquecimento.

Crescer maduro é viver conforme Romanos 12:1 nos orienta: "Portanto, com a ajuda de DEUS, quero que vocês façam o seguinte: entreguem a vida cotidiana - dormir, comer, trabalhar, passear - a DEUS como se fosse uma oferta. Receber o que DEUS fez por vocês é o melhor que podem fazer".

O Apóstolo Paulo, não disse que seria fácil, olha o que ele afirma em Filipenses 3:12-16:

Não estou dizendo que já tenha tudo isso, que já o tenha conseguido. Mas estou a caminho, prosseguindo para Cristo, que me alcançou de uma forma impressionante. Amigos, não me entendam mal: não me considero um especialista no assunto, mas olhando para o alvo, para onde Deus nos chama — para Jesus. Estou correndo e não vou voltar atrás. Assim, os interessados em tudo que Deus tem para nós devem se manter focados no alvo; Se algum de vocês tem outra coisa em mente, algo menos que um compromisso total, Deus vai clarear a vista embaçada de vocês — e vocês vão enxergar! Agora, que estamos no caminho certo, permaneçamos nele.

 

CONCLUINDO

Como vimos, não é fácil nos despir de nós mesmos, mas é preciso caminhar para o Alvo - Cristo. É preciso correr e não olhar para trás.

Se em algum espaço no tempo e dentro do lar, tentamos varrer a sujeira para debaixo do tapete, é tempo de, em família, retirar todo o lixo, na força que o Espírito de DEUS nos dá. A partir desses princípios, teremos possibilidade de  vencer as dificuldades, maldades, e tudo aquilo que possa colocar em risco a nossa comunhão - pessoal, familiar e espiritual - em risco.

Que o Senhor nos dê sabedoria para termos coragem de pegar a vassoura! Que Ele nos ensine a Viver em Vida Plena.


 

 

REFERÊNCIA

PETERSON, Heugene H. Bíblia A MENSAGEM em Linguagem Contemporânea. São Paulo: Editora Vida, 2011.

 

[2] Disponível em: <https://www.significados.com.br/malicia/>. Acessado em: 02 jun. 2020.

[3] Disponível em: <https://www.dicio.com.br/fingimento/>. Acessado em: 02 jun. 2020.

[4] Disponível em: <https://www.dicio.com.br/inveja/>. Acessado em: 02 jun. 2020.

 

Campanha Grupo Whatsapp 8

Sobre o Autor

dothCom Consultoria Digital

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campanha Portal_12
FecharAbrir
Fale com a redação