Policial

Oito criminosos do PCC morrem em confronto com a polícia de MS na fronteira

Inteligência descobriu casa de apoio à facção em Ponta Porã

Por Da Redação 12 JAN 2021 - 08h04min
Carros roubados recuperados na ação Carros roubados recuperados na ação

Pelo oito bandidos da facção PCC (Primeiro Comando da Capital) morrem em confronto com policias do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros), Bope (Batalhão de Operações Especiais) e DOF (Departamento de Operações de Fronteira), na noite desta segunda-feira (11) em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai.

A ação resultou na apreensão de fuzis e anotações do crime organizado. Informações são de que a inteligência policial constatou a presença de uma casa de apoio da facção localizada na fronteira. De acordo com o jornal Midiamax, a descoberta ocorreu após a prisão e expulsão de Giovanni Barboza da Silva, o ‘Bonitão’, do PCC.

Em uma primeira ação, o Garras e a 1ª Delegacia de Polícia de Civil de POnta Porã foram averiguar o local e entraram em confronto com os bandidos, oportunidade em que seis dos faccionados morreram, enquanto que dois fugiram. No entanto, o DOF e o Bope, em rondas pela região, encontraram estes dois, que morreram em novo confronto.

No domingo, em Pedro Juan Caballero, ‘Bonitão’ foi preso. Por este motivo, o PCC decidiu elaborar um plano de resgate. Houve intensa troca de tiros com policiais paraguaios, mas a ação não teve sucesso, motivo pelo qual o criminoso foi encaminhado à fronteira e expulso do país vizinho, sendo entregue a autoridades brasileiras.

 

Portal Atacado - Dia P - Novembro_2020_12

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campanha Drogaria Aquidauana Institucional - 12
FecharAbrir
Fale com a redação