Fotografia

Com registros subaquáticos de Bonito, brasileiro fica entre os melhores do mundo na fotografia

O registro de Antonio Ruver Bandeira, no Abismo Anhumas, ficou entre os 20 melhores na categoria

Por Redação 27 MAI 2022 - 20h00min
A imagem do Abismo Anhumas ficou classificada entre as 20 primeiras. A imagem do Abismo Anhumas ficou classificada entre as 20 primeiras. Foto: Ruver Bandeira/Arquivo pessoal

Registros de belezas naturais de Bonito, município reconhecido como capital do ecoturismo, renderam ao professor e fotógrafo cearense, Ruver Bandeira, o reconhecimento como o 23º melhor profissional do mundo na categoria subaquática. Conforme o G1, das sete imagens inscritas por ele no '35 Photography Award 2021', a feita no Abismo Anhumas, ficou classificada entre as 20 primeiras.

"Foi algo em torno de 125 mil fotógrafos, de 174 países, com 480 mil fotografias inscritas nas mais diferentes modalidades. Essa é uma das competições mais difíceis, de repercussão, de grande impacto e poder mundial, devido ao número de fotografias. Um momento de muita alegria mesmo , para toda a equipe que participou dos registros das imagens", fala Ruver Bandeira.

Professor da rede pública de ensino em Fortaleza, Ruver Bandeira passou a registrar o 'mundo' debaixo d´ água quase aos 30 anos, após ter se apaixonado pelo mergulho durante uma viagem a Fernando de Noronha (PE), em 1998.

Ele passou a querer fotografar tudo o que via durante os mergulhos, entendeu que era necessário equipamentos especiais e conhecimentos específicos e "a brincadeira foi virando coisa séria". Fui estudando, me aperfeiçoando. Quase 20 anos depois, estamos aqui", conta o professor "por amor e por vocação e fotógrafo por paixão".

Casa cheia - Novidade chegando

E a "paixão" pela fotografia já rendeu a Ruver diversos prêmios. Só no '35 Photography Award', já é o segundo ano consecutivo com reconhecimento. Ano passado, o registro subaquático também foi feito em Bonito e a foto na Lagoa Misteriosa ficou entre as 50 melhores na categoria.

"Nesse ano a gente conseguiu dar um 'up'. Conseguimos ficar entre os top 35 do ano e a fotografia ficou entre as 20 melhores do ano, isso na categoria específica"

Das sete fotografias enviadas para o concurso internacional, seis foram feitas no município sul-mato-grossense. Uma em Fernando de Noronha.

A escolha de Bonito para registro das imagens foi além da fama pelas belezas naturais. Tem a ver com conexão. Com preservação ambiental.

Saiba Mais

Deixe seu Comentário

Leia Também

FecharAbrir
2
Entre em nosso grupo